Arquivos do Blog

Por anda anda o elenco de ‘Everwood’?

everwood-7-36da66089b8afafbf7c76e7f06693160Nos idos de 2000, “Everwood” era a série draminha familiar que a gente amava. A história do médico que perde a mulher e se muda com os filhos para uma cidade do interior era fofa e fazia chorar como poucas. Além de acompanharmos o Dr. Andy Brown e seus casos no consultório, a série mostrava as idas e vindas de Ephram e Amy, vividos por Gregory Smith e Emily Vancamp, que agora vive atrás de vingança nos Hamptons.

A série durou quatro temporadas e apesar de cancelada teve direito a um final decente e com desfecho para seus personagens. A maioria do elenco conseguiu sobrevida na TV e segue atuando em séries de destaque. Parte do elenco continua amiga e recentemente eles mataram a saudade na casa da Sarah Drew, que vivia a Hannah. Confira abaixo por onde anda o elenco: Leia o resto deste post

Anúncios

Por onde anda o elenco de “The O.C”?

O.C-1Em 2003, poucas séries me cativavam tanto quanto “The O.C”. Não sei se eram os cenários californianos, o ar de badboy de Ryan Atwood, a porralouquice de Marissa, a fofura nerd de Seth ou a agitação de Summer, mas o fato é que quando tocava a música da entrada, meu coração ficava feliz de estar na frente da TV.

Pensando nisso, resolvi matar a saudade da série com um “Por onde anda?”. California, here we come. Californiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Leia o resto deste post

Por onde andam os vencedores de ‘American Idol’?

“American Idol” é o pai dos programas de calouros na era dos reality-shows. Dificilmente você nunca ouviu falar do programa ou nunca se deparou com um vídeo de algum candidato no YouTube.  Há 11 anos, a gente se empolga em ver como tem gente talentosa (e maluca também) na terra do Tio Sam com as audições e torce para que o nosso favorito ganhe um contrato e vire um astro da música mundial.

Pensando nisso, resolvi fazer um “Por onde anda?” especial do Idol. Alguns vencedores ainda estão por aí, outros sumiram e há ainda aqueles que não ganharam mas conseguiram fazer sucesso. Vem comigo porque… THIS IS AMERICAN IDOL! Leia o resto deste post

Por onde andam as vencedoras de ‘America’s Next Top Model’? Parte 2

Não, eu não me esqueci de dar continuidade a este “Por onde anda?” especial ( aprimeira parte está aqui). Então se você estava ansioso para saber o que aconteceu com as vencedoras das últimas oito edições do “America’s Next Model”, senta que lá vem história… Leia o resto deste post

Por onde andam as vencedoras de ‘America’s Next Top Model’? Parte 1

Como eu já disse por aqui, sou bastante chegada num reality-show. Assisto com menos frequência atualmente porque a vida anda difícil, mas “America’s Next Top Model” eu faço questão de não abandonar. Como resistir a Tyra Banks e um monte de meninas loucas trancafiadas na mesma casa e tendo que fazer ensaios absurdos a cada semana? Impossível!

E como se não bastasse a genialidade do programa em si (who cares se elas não viram Gisele Bündchen depois?), Tyra resolveu ousar de vez e fazer uma temporada All-Stars com algumas das figuras mais queridas dos fãs. Aproveitando a deixa resolvi resgastar uma ideia antiga e fazer um “Por onde anda?” especial só com as vencedoras do programa. Como são 16 ciclos, dividi o especial em duas partes. Abaixo como estão as oito primeiras vencedoras: Leia o resto deste post

Por onde anda o elenco de ‘Punky, a levada da breca’?

Há muito tempo a @annacro sugeriu aqui no blog que eu fizesse um ‘Por onde anda?’ com o elenco de “Punky, a levada da breca” e eu adorei a ideia, mas como a vida não anda fácil só deu tempo de fazer com calma agora. Para quem não se lembra “Punky” foi uma série americana que bombava por aqui no início dos anos 90 e era transmitida pelo SBT. A série é de 84 e ficou no ar nos EUA até 86 e graças ao Silvio Santos eu, que nasci em 87, pude ver a série e ter uma infância mais feliz. Leia o resto deste post

Por onde anda o elenco de ‘Blossom’?

O “Por onde anda?” desta vez é com o elenco da série “Blossom”. Para quem não se lembra, “Blossom” fez muito sucesso nos anos 90 contando a história de uma adolescente de 15 anos e sua família nada comum. Blossom era a inteligente da família e sempre tinha tiradas ótimas. Com ela, viviam o pai, um músico, e os irmão Joey, que “se acha”, mas é bem burrinho, e Anthony, que se recupera do vício em drogas. Além da vida em família, Blossom contava sempre com a sua melhor amiga, Six, menina descolada que fala muito e muito rápido (Alguém aí lembrou de Gilmore Girls?).

Mayim Bialik, a Blossom: A protagonista da série não emplacou nenhum grande papel desde o fim de “Blossom” em 1995. Com o fim da série, ela fez diversos trabalhos de dublagem em desenhos animados como “Hey, Arnold” e “Kim Possible”. Somente em 2005, ela retornou à TV para atuar. Desde então, ela já fez pequenos papéis em séries como “Fat actress”, “Curb your enthusiasm”, “Bones”, “Saving Grace”, “The secret life of an american teenager” e “Til’ Death”. Fora da carreira de atriz, Mayim tem um Ph.D em neurociência pela UCLA e é casada com Michael, com quem tem dois filhos. Atualmente, ela vive Amy, uma espécie de versão feminina de Sheldon em “The Big Bang Theory”.
Joseph Lawrence, o Joey: O irmão bonitão de Blossom, que era conhecido pela interjeição “Uou!” na série, também não teve muito sucesso na carreira com o fim da série. Diferentemente de Mayim, Joseph se dedicou mais ao cinema e apareceu em alguns filmes como “Lenda Urbana 2”. Em 2003, ele voltou à TV fazendo participação em alguns episódios da já cancelada “American Dreams”. Joseph também participou em três episódios da terceira temporada de “CSI: NY” e recentemente terminou de gravar o filme “Sinatra Club”. Update: Agora, ele estrela a comédia “Melissa e Joey” ao lado da atriz Melissa Joan hart, conhecida pelo papel da bruxinha Sabrina em “Sabrina, aprendiz de feiticeira”.
Jenna Von Oÿ, a Six: Com o fim de “Blossom”, Jenna continuou na TV e em 1999 ganhou um papel na spin-off “The Parkers”, que tinha como protagonista a atriz Mo’Nique (a mesma que levou o Oscar de melhor atriz coadjuvante este ano por “Preciosa”). A série foi cancelada em 2004 e a carreira  televisiva de Jenna desandou. Ela fez uma pequena participação em “Cold Case” em 2005 e mais recentementea gravou uma participação na série “Til’ Death”, ssim como Mayim. O episódio vai ao ar no dia 25 de abril. Ah! Ela também canta. Seu primeiro CD de música country se chama “Breathing Room” e foi lançado em 2007.
Ted Wass, Nick Russo (o pai da Blossom): Ted é o mais bem-sucedido do elenco. Depois de “Blossom”, ele continuou na televisão, mas como diretor. Seu currículo incluem séries como “Spin City”, “Carol in the city”, “Til’ Death” (o que explica muita coisa!), “The Big Bang Theory” (apenas um episódio), “Two and a half man”, “Everybody hates Chris”, “Rules of engagement”, “Brothers” e a mais recente “Accidentally on purpose”. Ele é casado com a produtora Nina Wass e tem dois filhos de seu primeiro casamento (ele ficou viúvo).
Michal Stoyanov, o Anthony: Com o fim da série, Michael se tornou um dos roteiristas do programa “Late Night with Conan O’Brien”  e diz que se arrependeu. A vida de roteirista não deu certo e nem sua carreira como ator. Ele chegou a aprticipar de alguns episódios de “Barrados no Baile” em 1996 e depois fez pequenas participações em outra séries como “Prison Break”. Em 2008, ele viveu um dos capangas do Coringa em “Batman, O cavaleiro das Trevas”. Em 2009, gravou “The Mentalist” e “Monk”.
Em 2009, as duas primeiras temporadas da série foram lançadas em DVD. O canal CBS chegou a fazer uma entrevista com Mayim e Joseph na ocasião. Veja no vídeo abaixo:

Por onde anda o elenco de ‘Karatê Kid’?


Em 2010, o filho de Will Smith estrela o remake de “Karatê Kid”. Embora eu ache ele um fofo e o filme tenha Jackie Chan, tenho a impressão de que vou sempre preferir a versão original de 1984. Eu não era nem nascida quando o filme foi lançado, mas a Sessão da Tarde tá aí para este tipo de coisa e assim como várias pessoas eu vi e revi o filme diversas vezes. E, é claro, me diverti e me emocionei em todas. Por isso, o “Por onde anda?” da vez é com o elenco do filme. Enjoy!

danielsan2Ralph Macchio, o Daniel Larusso/Daniel-san: O ator começou a carreira trabalhando em comerciais, “Karatê Kid” é até hoje seu trabalho de maior sucesso (as continuações do filme foram um fracasso). Em 2002, ele ganhou o prêmio de melhor diretor no Festival de Long Island pelo filme “Love Thy Brother”. Ela fez pequenas participações em várias séries como “Law and Order” e “Psych” e teve mais destaque em quatro episódios de “Ugly Betty” como um policial latino. Ele é casado e sua filha mais velha quer seguir seus passos: ela estreou no cinema em 2013 no filme “Girl Most Likely”.

 

elizabethElizabeth Shue, a Ali Mills: A atriz é a mais bem sucedida do elenco. Depois do sucesso como a namorada de Daniel-san, ela estrelou as continuações de “De volta para o futuro” em que vivia Jennifer Parker, a namorada de McFly. Em 1995, por sua atuação em “Despedida em Las Vegas” ela foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz. Elizabeth seguiu a carreira no cinema, mas sem grandes sucessos. Ela esteve em “Desconstruindo Harry”, “O Santo” e “Amigo Oculto”. Ela é casada com o produtor David Guggenheim e tem três filhos. Desde 2012, ela vive Julie Finlay em “CSI”.

William Zabka, o Johnny Lawrence: O ex-namorado de Ali Mills não emplacou mais nenhum trabalho de sucesso como ator. Aos 44 anos, ele trabalha como roteirista, produtor e diretor. Em 2003, concorreu ao Oscar de Melhor Curta Metragem pelo roteiro de “Most”.

Martin Kove, o John Kreese: O ator que vivia o malvado dono da academia Cobra Kai tem uma lista enorme de participações em filmes sem sucesso de público e crítica.

senseiron2Ron Thomas, o Bobby Brown: O loirinho malvado que machuca Daniel-san na final largou a carreira de ator e hoje atende pelo nome de Sensei Ron. Isso mesmo! Ele decidiu transformar o que sabia de artes marciais em algo lucrativo e hoje trabalha como “Life Coach”, ou seja, ganha a vida dando palestras motivacionais e de auto-ajuda. Tudo, é claro, fazendo alusões aos ensinamentos aprendidos com a luta (vale a pena visitar o site do cara: www.senseiron.com).

 

hellerRandee Heller, Lucille Larusso: A mãe de Daniel-san passou a trabalhar mais na TV do que no cinema e já fez participações em várias séries. Entre elas: “Brothers and Sisters”, “Grey’s Anatomy”, “Modern Family” e o papel de Miss Blankeship, a secretária velhinha de Don Draper em “Mad Men”.

Pat Morita, o Sr.Miyagi: Depois de viver o mestre de Daniel-san, o ator fez diversas participações em séries como “Baywatch” e alguns trabalhos como dublador também, um deles em “Mulan”. Em 2005, ele faleceu aos 73 anos em sua casa em Las Vegas. No funeral, Ralph Macchio declarou: “Para sempre, meu sensei”. Superfofo, não?

Por onde anda o elenco de ‘Buffy: A caça vampiros’?

Quando eu tinha uns 11 anos (e já era viciada em séries) uma das minha séries favoritas era “Buffy”. Nossa, como eu gostava! Com o tema vampiresco bombando mais do que nunca, me bateu uma saudade louca de Sunnydale (para quem não se lembra: a Boca do Inferno) e resolvi fazer um “Por onde anda?” com o elenco.

Sarah Michelle Gellar, a Buffy: Com certeza a protagonista é a mais conhecida do público, mas não dá para dizer que a carreira da atriz deslanchou depois do fim da série. A franquia “Scooby Doo” talvez tenha sido seu maior sucesso no cinema, depois disso ela fez “O grito” 1 e 2 e recentemente deu vida à Veronika no longa “Veronika decide morrer”, história adaptada do livro de Paulo Coelho. Ela é casada com Freddie Prinze Jr, quem conheceu no set de “Eu sei o que vocês fizeram no verão passado, desde 2002 e eles tiveram seu primeiro filho em 2009: Charlotte.

Nicholas Brendon, o Xander: O ator que vivia melhor amigo de Buffy não teve muito sucesso com o fim da série. Sua carreira ficou marcada por participações em séries como “Without a trace” e mais recentemente com uma participação maior em “Criminal minds”.

Charisma Carpenter, a Cordelia: Com o fim de “Buffy”, elaparticipou do spin-off “Angel” e seguiu sua carreira no mundo das séries. Ela fez participações em “Charmed”, “Veronica Mars”, “CSI” e mais recentemente em “Greek” como uma alumni da ZBZ. Ela estará no novo longa de Stallone, “Os mercenários”.

David Boreanaz, o Angel: O ator talvez seja o mais bem sucedido do elenco. Depois de ter sua própria série com o spin-off “Angel”, o ator vive o detetive Both desde 2005 na série “Bones”.

James Masters, o Spike: O ator parece gostar de temas como superheróis e participou da série “Smallville” durante 13 episódios como Milton Fine (aka Brainiac). No cinema, seu papel de maior destaque é no longa “Dragonball Evolution”. Ele também fez uma pontinha em “PS. Eu te amo”.

Michelle Trachtenberg, a Dawn: A irmã mala da “Buffy” começou cedo e parece ainda ter um longo caminho pela frente. Ela andou um tempo sumida e voltou com tudo como nossa querida Georgina Sparks em “Gossip Girl“. Além de sua participação (sempre muito bem vinda) na série, atualmente ela integra o elenco de “Mercy” e atuou no longa “17 outra vez” com Zac Efron.

Alyson Hannigan, a Willow: A atriz está no hall dos bem sucedidos também, pelo menos no quesito série porque no cinema seu maior sucesso é “American Pie”. Dois anos depois do fim de “Buffy”, ela já fazia parte do elenco da série “How I met your mother” (que apesar de estar superatrasada, eu amo!) como Lily Aldrin. Ela é casada com Alexis Denisof, que vivia o sentinela Wesley em “Buffy” e “Angel”, e eles tiveram Satyana em março de 2009.

Anthony Head, o Giles: O nosso querido sentinela está bem afastado do grande cenário televisivo desde o fim da série. Ele atuou em alguns programas de TV na Inglaterra e fez participações em alguns filmes ingleses para televisão.

Seth Green, o OZ: Depois de “Buffy”, ele fez várias participações em séries inclusive em “Grey’s Antomy”e “Enourage”, mas seu grande sucesso é fazendo a voz de Chris Griffin em “Family Guy”. Atualmente, ele se dedica mais a fazer dublagens do que a atuar.

Eliza Dushku, a Faith: Depois de “Buffy” já estreleou “True Calling” e a recente “Dollhouse”. Mas parece que ela não dá sorte com os papéis e ambas as séries foram canceladas.

Por onde anda? Especial “Americas’s Next Top Model”


Eu adoro um reality show básico. Pode ser disputa entre chefs de cozinha, gordinhos querendo ficar magros, nerds e gostosas provando que existe muito além da aparência, aspirantes a modelo tentando ser Gisele, pessoas comuns querendo trabalhar com Trump…não importa! Sei lá por que razão, eu tenho uma tendência a gostar de realities shows.

Obviamente, “America’s Next Top Model” tem um espaço cativo na minha listinha “must watch” de programas de TV. E como na maioria das vezes não gosto da candidata vencedora (vamos combinar que anda bem difícil a melhor candidata levar o título, vai?) costumo me perguntar o que acontece com as outras. Será que mais alguém percebe que talvez a segunda colocada fosse a melhor? Ou que lá no meio da temporada alguém que não merecia foi dispensada?

Dia desses vagando na internet descobri o paradeiro de algumas delas (que estão na montagem acima)…

-A Anya do ciclo 10, que atualmente está no ar por aqui no Canal Sony, se deu bem na Ásia e é uma querida dos estilistas japoneses. Além de vários editoriais para revistas de moda do país, ela já desfilou mais de uma vez nas semanas de moda de Tóquio. Este ano, ela também participou da Semana de Moda de Nova York e desfilou as coleções de primavera/verão das grifes Nuj Novakhett e Julian Louie.

– A Natasha do ciclo 8 (russa meio mala que se achava a Angelina Jolie) trabalhou por um tempo e foi agenciada por diferentes agências, mas atualmente desisitiu desta vida para cuidar da filha e do marido.

– A Jade e a Nnenna do ciclo 6 continuam trabalhando, mas fazem mais trabalhos de catálogos. A Jade abriu uma empresa chamada Biracial Butterfly Productions e é a garota-propaganda da marca de jeans do rapper Nelly, Apple Bottom.

-A Melrose do ciclo 7 (na foto mais sensual da montagem) já desenhou roupas para a atriz Michelle Rodriguez, mas a empreitada não deu muito certo e ela seguiu sendo modelo mesmo. Ela já desfilou várias vezes durante a Semana de Moda de Nova York e já foi contratada da mesma agência de Kate Moss e Cindy Crawford (luxo!).

– A Heather do ciclo 9 (a menina que tinha síndrome de Asperger, que pode ser considerada uma forma mais branda de autismo) tem contrato com a agência Elite de Chicago, onde mora. Atualmente ela estuda design de video games, mas não pretende largar a carreira de modelo.

– A Chantal que ficou em segundo lugar no ciclo 9 (mas que deveria ter ganho na minha opinião) tem contrato com uma agência de Los Angeles e desfila para diversas grifes. O trabalho mais recente dela é no clipe da música “I gotta felling” do Black Eyed Peas.

– Já Dominique, Katarzyna e Fatima do ciclo 10 continuam trabalhando como modelos. Todas têm contratos com agências e desfilaram em diferentes semanas de moda pelo mundo. Além disso, também já posaram para editoriais.

Ao que parece a maioria das meninas consegue trabalhar com moda. Algumas são mais bem sucedidas que outras e fazem trabalhos maiores. Mas tá valendo, né? Depois faço um “por onde anda?” com as vencedoras!

%d blogueiros gostam disto: