Arquivos do Blog

Jesse Eisenberg é Lex Luthor; veja foto!

Jesse Eisenberg promete ser um vilão daqueles que a gente ama odiar. A revista “Entertainment Weekly” divulgou nesta terça-feira, 25, a primeira foto do ator, de “A Rede Social”, caracterizado como o vilão Lex Luthor de “Batman v Superman: Dawn of Justice” (que tem estreia prevista para 25 de março de 2016): “Ele não será como nenhum dos Lexes que vocês já viram, isso é certo. Nosso Lex é encantador e não é fake. Ele diz o que acredita e o que está em sua mente. “, disse Zack Snyder, diretor do longa.

Henry Cavil viverá o Super-Homem e Ben Affleck é o Batman. Amy Adams será Lois Lane.

lex-luthor

Anúncios

Oscar 2015: os melhores momentos em gifs, vídeos e fotos

Actress Stone compares her Lego Oscar statuette with actress Moore's genuine Oscar for best leading actress for her role in "Still Alice" at the Governors Ball following the 87th Academy Awards in HollywoodOlha nós aqui de novo! Vamos ressuscitar esse blog para falar de coisa boa, né? Vamos falar de Oscar e dessa premiação que esnobou (como sempre) as mulheres, os negros, os imigrantes e os gays, mas só não foi uma total sem-gracice porque foi salva por eles. Foram tantas lindezas que a gente até se empolgou em sair da tumba para falar delas aqui. Leia o resto deste post

O melhor e o pior do mundo pop em 2012

Mais um ano se vai e é tempo de retrospectiva. Assim como em 2012, a listinha abaixo é completamente aleatória e diretamente da minha cabeça. Adições são MUITO bem-vindas nos comentários: O que bombou para você e o que deixou a desejar?

Os melhores

melhores2012

Leia o resto deste post

‘Young Adult’, o novo filme de Diablo Cody

Diablo Cody está de volta aos cinemas depois do sucesso de “Juno” (porque “Garota Infernal” não conta, né gente?). Ela é a responsável pelo roteiro de “Young Adult”, filme estrelado por Charlize Theron e que conta a história de Mavis Gary, uma escritora de livros adolescentes que resolve voltar para sua cidade natal depois de seu divórcio para tentar reconquistar sua paixão de colégio.

Claro que os planos de Mavis são frustrados (o bofe está casado e feliz) e ela se vê no fundo do poço acompanhada de um antigo colega de escola que ainda não superou a adolescência. O filme ainda não teve seu trailer divulgado, mas o pôster e a primeira foto já saíram. A estreia está prevista para o dia 16 de dezembro.

Agora é torcer para Diablo acertar nesse como fez com “Juno” 🙂

‘Like Crazy’: filme indie narra história de amor verossímil

Quando vi o pôster ao lado, me apaixonei instantaneamente por este filme, e sua mensagem e seus personagens. Assim mesmo, sem saber a história. Conforme lia a matéria a respeito tive certeza de que iria gostar do filme. Assim mesmo, sem ter assistido.

“Like You” é um filme independente do diretor Drake Doremus que arrebatou a plateia e o júri do Festival de Sundance em 2011. O motivo? Diferentemente dos filmes românticos de Hollywood, o romance de “Like You” é verossímil, tem um quê de “poderia ser comigo” em vez de “isso só acontece em filme”. Leia o resto deste post

Alicia Silverstone volta aos cinemas como vampira

Dezesseis anos se passaram desde que Alicia Silverstone apareceu pro mundo como Cher, “A” patricinha, em “As patricinhas de Beverly Hills”. De lá pra cá, ela não fez nada muito significante no cinema- seu último papel nas telonas foi em “Alex Rider contra o tempo”- e atuou em diversos filmes para a TV.

Agora em 2011, além de ter se tornado mãe, ela volta aos cinemas com um papel de destaque no filme “Vamps”, de Amy Heckerling, mesma roteirista de “As Patricinhas de Beverly Hills” e “Olha quem está falando agora”.  Leia o resto deste post

Harry Potter: a despedida de uma fã

Este review de “Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2” foi escrito por Tábata Uchoa, minha estagiária querida, que teve o privilégio de assistir ao filme antes de todo mundo na sessão especial para imprensa.  Enjoy 😉

“Me emociono toda vez que vou ao cinema ver Harry Potter e escuto aquela musiquinha que dá início a todos os filmes da saga. Mas na terça-feira, dia 12 de julho (a sessão para a imprensa aconteceu antes da estreia nos cinemas), quase chorei. Era a última vez que eu ia escutar aquela música no cinema, vendo um filme inédito do Harry. Leia o resto deste post

Piratas do Caribe 4: Uma franquia infalível (?)

“Piratas do Caribe- Navegando em Águas Misteriosas”, o quarto filme da franquia, estreia nesta sexta-feira, 20, mas o blog já teve o prazer de assistir a mais uma aventura do Capitão Jack Sparrow. Desta vez, Jack está em Londres para tentar salvar o marujo Gibbs da condenação e , quem sabe, conseguir um barco para poder recuperar seu amado Pérola Negra.

O que ele não espera é que um impostor esteja usando seu nome para montar uma expedição à Fonte da Juventude. É aí que ele encontra Angelica, a linda da Penélope Cruz, que o convence à base de muito charme e lembranças do passado dos dois a embarcar no Vingança da Rainha Anna, barco do temido Barba Negra. Jack sabe o caminho, Angelica a fórmula da Juventude. Leia o resto deste post

“Pânico 4”: tributo divertido ao gênero que marcou uma geração

Se passaram onze anos desde que “Pânico 3” fez sua estreia nos cinemas em 2000 e na época eu tinha só 13 aninhos. Não fui ao cinema ver o terceiro filme da franquia que definiu o gênero de terror dos anos 90, mas assisti a trilogia durante as férias na casa da minha avó (Sim, minha avó acompanhou todos comigo. Ela sempre foi moderna). E não tinha a menor chance de eu não me empolgar com o quarto filme. Eu sei que tem muita gente torcendo o nariz achando que “Pânico 4” será como a sétima sequência de “Jogos Mortais”, mas não tem nada a ver. Leia o resto deste post

“Rio”: uma história divertida de descobertas em um cenário lindo

E não é que se passaram três meses desde o meu último post? Eu não tinha noção de que era isso tudo, mas a vida anda difícil e falta tempo. Prometo me esforçar e escrever mais.

A minha volta tem motivo: uma ararinha-azul meio nerd muito fofa. Recentemente, por causa do trabalho, eu pude conferir a estreia de “Rio”, a nova animação do diretor brasileiro Carlos Sandanha (pra quem não lembrou, ele é o cara por trás da trilogia “Era do Gelo”). Como toda carioca e brasileira, fui com aquele medinho de ver na tela um monte de clichês. Mas que bela surpresa eu tive, “Rio” é um filme encantador. Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: