Arquivo da categoria: vídeo

Fãs fazem paródia de ‘Uptown Funk’ inspirada em Harry Potter

Como tem gente criativa na internet, né? Um grupo da cidade americana de Utah resolveu fazer uma paródia bem diferente da música “Uptown Funk’, de Mark Ronson e Bruno Mars, e criou a versão do Lorde das Trevas, também conhecido como Aquele Que Não Deve Ser Nomeado ou Lord Voldemort, para os íntimos. A versão ficou ótima e a letra da música brinca com todo o universo de Harry Potter.

“Sou muito quente
Chame um Auror para tentar parar este homem
Sou muito quente
Fiz um diretor se aposentar
Não diga o meu nome, você sabe quem eu sou”, diz um trecho (em tradução livre).

PS: A letra completa você confere na página do YouTube.

 

Anúncios

Britney Spears divulga clipe de ‘Work B**ch’; veja os melhores gifs

Britney Spears está de volta! E além de magra e linda (não tá fácil para as inimigas), ela agora é dominatrix também. O clipe de “Work B**ch” foi lançado no dia 1º de outubro e é uma lindeza que merece ser analisada em gifs lindos: tem Neide de chicote, tem três (eu disse três!) tubarões, tem coreô à la “Me against the music”… A música é daquela que faz a gente querer ir correndo pra balada dançar e sentir uma certa dorzinha no coração de saber que show da Britney agora só em Las Vegas.

Mas vamos ao que interessa, bitches!

Ela voltouuu!
wb-9 Leia o resto deste post

Usher faz cover de Foster The People

Se tem uma coisa que eu adoro é gente que sabe fazer covers bacanas. O mais recente que me agradou muito foi feito pelo cantor Usher. Ele mudou totalmente de estilo e se arriscou a cantar “Pumped Up Kicks”, do grupo Foster The People, para o programa Radio 1 da BBC de Londres.

Passion Pit lança clipe de ‘Take a Walk’

Passion Pit lançou nesta quinta-feira, 14, o clipe da sua nova música de trabalho, “Take a Walk”. A música estará no segundo álbum do grupo, “Gossamer”, que chega às lojas no dia 24 de julho.

O legal do clipe é que eles investiram em uma câmera acoplada em um mini-helicóptero para causar o efeito da viagem de uma bolinha. Ao longo do vídeo, a bolinha dá voltas por vários lugares da Philadelphia e o resultado é muito bacana.

 

Obama em versão ‘Mad Men’

Neste domingo, 25, “Mad Men” está de volta! E justamente quando eu achava que já tinha visto de tudo no quesito “paródias da abertura da série” (lembra do Darth Vader?), eu me deparo com essa maravilha de vídeo que retrata a campanha eleitoral americana do ponto de vista de Barack Obama.

O vídeo foi criado para o programa de Chris Matthews e mostra muito bem os dramas que Obama vem enfrentando em 2012 em sua tentativa de se reeleger presidente dos EUA.

A resposta do Google ao Ecad

Nesta sexta-feira, 9, o Google-detentor dos direitos do Youtube- se manifestou sobre a cobrança surreal que o Ecad quer impor aos blog que usam links do site de vídeos. O Google é contra essa atitude e diz que já tem um acordo com Ecad. Afinal para quê serve a função de EMBED, certo? Leia o comunicado na íntegra:

“Os vídeos online desenvolveram um novo universo de oportunidades para criadores de conteúdo. Eles possibilitam que artistas, músicos, cineastas, ativistas de direitos humanos, líderes mundiais e pessoas comuns levem seu trabalho para uma audiência global. No YouTube, nos esforçamos para apoiar esse ambiente, onde qualquer um pode se engajar, criar e dividir conteúdo. É por isso que vemos com surpresa e apreensão o recente movimento do ECAD na cobrança direta a usuários da ferramenta de inserção (“embed”) do Youtube. Gostaríamos de esclarecer qualquer incerteza sobre algumas questões que aconteceram em alguns sites e blogs que inserem vínculos (embedam) a vídeos do YouTube, promovendo visualizações e ajudando a dividir seus pensamentos e opiniões por meio de vídeos:

1- Google e ECAD têm um acordo assinado, mas ele não permite nem endossa o ECAD a cobrar de terceiros por vídeos inseridos do YouTube. Em nossas negociações com o ECAD, tomamos um enorme cuidado para assegurar que nossos usuários poderiam inserir vídeos em seus sites sem interferência ou intimidação por parte do ECAD. Embora reconheçamos que o ECAD possui um papel importante na eventual cobrança de direitos de entidades comerciais, nosso acordo não permite que o ECAD busque coletar pagamentos de usuários do YouTube.

2- O ECAD não pode cobrar por vídeos do YouTube inseridos em sites de terceiros. Na prática, esses sites não hospedam nem transmitem qualquer conteúdo quando associam um vídeo do YouTube em seu site e, por isso, o ato de inserir vídeos oriundos do YouTube não pode ser tratado como “retransmissão”. Como esses sites não estão executando nenhuma música, o ECAD não pode, dentro da lei, coletar qualquer pagamento sobre eles.

3- O ECAD pode legitimamente coletar pagamentos de entidades que promovem execuções musicais públicas na Internet. Porém, o entendimento do ECAD sobre o conceito de “execução pública na Internet” levanta sérias preocupações. Tratar qualquer disponibilidade ou referência a conteúdos online como uma execução pública é uma interpretação equivocada da Lei Brasileira de Direitos Autorais. Mais alarmante é que essa interpretação pode inibir a criatividade e limitar a inovação, além de ameaçar o valioso princípio da liberdade de expressão na internet.

Nós esperamos que o ECAD pare com essa conduta e retire suas reclamações contra os usuários que inserem vídeos do YouTube em seus sites ou blogs. Desse modo, poderemos continuar a alimentar o ecossistema com essas centenas de produtores de conteúdo online. No YouTube, nós nos comprometemos a levá-los cada vez mais próximos a seu público graças à inovação tecnológica e a características sociais como compartilhamento, discussão e até inserção em outros sites, caso o próprio vídeo permita.

Continuaremos a oferecer a cada autor de conteúdo a opção de decidir se eles querem que seus vídeos tenham a opção de serem inseridos (embedados) ou também disponíveis para dispositivos portáteis ou telas maiores, usando o botão “editar informações” em cada um de seus vídeos. Essas opções também podem ser acessadas pelohttp://www.youtube.com/my_videos.”

Menina de 11 anos faz sucesso cantando Adele em comercial

Denise canta Adele em comercial

Denise Bestman tem apenas 11 anos, mas tem voz de gente grande. A menina, de Nova York, aparece cantando “Rolling in The Deep”, hit de Adele, em um comercial da Target para divulgar o CD da cantora e arrasa. Ela foi selecionada depois que os produtores do anúncio viram um de seus vídeos no Youtube. Leia o resto deste post

Darth Vader versão ‘Mad Men’

E se Darth Vader trabalhasse na Sterling Cooper Draper  Price de “Mad Men”? O designer Dann Matthews juntou os dois mundos no quer seria a abertura da série numa versão “Star Wars”: Sterling Cooper VADER Price!

Nova Susan Boyle? Coreana vira hit cantando Adele em programa de TV

Vira e mexe os programas de calouro mundo afora rendem vídeos que viram hits na internet. O sucesso de agora é a coreana Park Jimin, de 15 anos, que arrasou no programa “KPop Star” cantando “Rolling in the Deep”, da Adele.

Tem gente chamando a menina de nova Susan Boyle. Eu não acho que é pra tanto, mas ela manda muito bem. O melhor do vídeo mesmo são as caras dos outros candidatos enquanto conferem a performance de Park.

Feliz Natal!

A revista New York Magazine fez mais uma das suas maravilhosas compilações. Para comemorar o Natal, eles reuniram em um vídeo de dois minutos 40 momentos natalinos da TV. Feliz Natal, leitor!

%d blogueiros gostam disto: