Game of Thrones: o trabalhão que deu para fazer o lago congelado de Beyond the wall

A expectativa para o penúltimo episódio da sétima temporada de Game Of Thrones era grande, mas o episódio foi ruim. Pelo menos para mim. Por motivos de roteiro feito nas coxas para agradar fãs e a internet, eu passei boa parte do episódio irritada, mas explico melhor depois.

O lance aqui é que, apesar do roteiro, a equipe de GoT é sensacional e os caras fazem coisas impressionantes para que a gente possa ver dragões, zumbis gelados e nossos heróis se enfrentando.

Boa parte da cena de luta entre White Walkers, Jon Snow e cia foi filmada na Islândia porque, né? Neve. Muuuuita neve. “A Islândia existe, é fria para caramba, linda… Não tem nada como ter este tipo de realidade na tela”, explicou o showrunner David Benioff sobre a escolha do lugar.

islandia

“Boa parte do tempo não parece nem que é real e eu me preocupo se as pessoas vão achar que aquele tom de azul é algum efeito barato”, disse D.B Weiss.

Por conta disso, filmar na Islândia era um verdadeiro desafio para a equipe. Uma parte começava o dia bem cedo para preparar cenários e depois os atores chegavam para gravar. As dificuldades de locomoção no gelo e os ventos de neve são reais, o que dá ainda mais veracidade às cenas.

islandia2

 

O urso polar

Eu não achei nada demais no urso polar zumbi, talvez porque me lembre muito de Lost, que me deixou traumatizada. Mas Benioff e Weiss queriam porque queriam o bichão na série e estavam há quatro temporadas escrevendo cenas para ele e tendo o pedido negado pela equipe de efeitos especiais por falta de grana.

Mas esse ano, eles bateram o pé e ganharam o raio do urso polar zumbi (eyes roll). Sobrou para equipe de dublês desenvolver um aparato que simulassem um urso jogando alguém de um lado para o outro e testasse a coisa para que ninguém se machucasse.

urso

Com fios especiais, o ator/dublê ficava preso numa espécie de cabo de guerra e as cenas podiam ser gravadas. Para as cenas em que o urso está em chamas e ataca os membros do “Esquadrão Suicida”, uma bola de arame servia como a cabeça do bicho enquanto um dublê fazia movimentos com ela.

urso2

O lago de gelo

Mas o lance mais difícil desse episódio foi criar o lago de gelo onde Jon, Tormund, Jorah e cia ficaram ilhados enquanto a turma de zumbis os cercava. Apesar de todo gelo da Islândia, essa parte foi gravada em Belfast, na Irlanda.

locações

“Quando você via do alto, parecia que estávamos construindo um aeroporto”, brincou a produtora Deborah Riley.

aeroporto.gif

O chefe da equipe de efeitos especiais, Sam Conway, disse que não foi bolinho criar este cenário: “Tivemos muita dificuldade com pensar em como um lago congelado e é e como conseguiríamos alcaçar isso. Fomos de pavimentar o lugar, a jogar concreto, adicionar cor, ver como o gelo ia ficar, deixar com ar tridimensional”.

lago

Além de fazer o lago, eles criaram o entorno como se fossem as montanhas que cercavam o lugar. Para isso adicionaram plantas, tinta e até neve. Para ser mais específica: 3500 sacos de neve com seis máquinas e 15 pessoas operando.

neve

“É um set muito legal. Eles cimentaram um lugar para parecer de gelo!”, disse Kit Harrigton, nosso querido Jon Snow. “É tudo incrível. Parece tão real que é fantástico”, disse Rory McCann, o Cão de Caça.

“Eu achei que era um lago de verdade! Quando eu percebi que eles tinham feito isso para esta sequência, minha cabeça explodiu!”, explicou Kristofer Hivju, o Tormund.

lago2

Para a cena que os zumbis afundam no lago, o ideal seria cavar um espaço ali mesmo onde eles criaram o “lago”, mas por causa do frio eles resolveram fazer esta parte em estúdio onde eles criaram uma versão bem menor do lago e da parte que desaba.

estudio

Kit Harrigton não ficou muito feliz com a cena: “Todo mundo diz: ‘que legal, você vai filmar no tanque’. Não. É o fim da temporada e eu afundo em água gelada totalmente vestido com aquele figurino. É horrível! (risos)”.

Os dragões

Os nossos amados bichinhos cresceram muito ao longo de sete temporadas e isso obviamente significa mais trabalho para a equipe. Nesta cena, em que Daenerys leva os três bichões para além da muralha e ainda resgata uma galera no lombo de Drogon, foi preciso construir uma parte do dragão.

dragao

Depois disso, os atores ainda rodaram cenas no estúdio para as partes em que estão voando. Emilia Clarke sofreu nesta temporada porque muitas vezes gravou no estúdio sozinha cenas importantes em que o dragão está tocando o terror. Ela basicamente só tinha sua imaginação para trabalhar.

A cabeça de Visirion (RIP) também foi construída e levada para o set com tecido verde para rodar a famigerada cena em que ele é tirado do lago pelos White Walkers e PUM! agora tem o olho azul.

dragao2

O vídeo completo você vê aqui.

Anúncios

Sobre Tati Regadas

Jornalista, viciada em séries e cultura pop.

Publicado em 21/08/2017, em É pop, Game of Thrones, séries. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: