Justin Bieber precisa recomeçar

bieber2Quando Justin Bieber veio ao Brasil em 2011, a histeria em torno do cantor já era grande. Dois anos depois ele desembarcou novamente por aqui bem diferente. O menino baixinho, que namorava a estrela da Disney e ainda fazia um show sem grandes produções, agora é forte e tatuado, mais alto também. E desfila uma atitude bem diferente, que hoje rende mais manchetes do que sua música.

Entre idas a termas, boates, hotel e mansão, ele se apresentou em São Paulo e eu fui conferir a trabalho, como também fiz em 2011. Agora, Justin tem uma megaprodução com bailarinos, telões, cenário e trocas de roupa, mas o carisma ele parece ter deixado em casa. As interações com o público são premeditadas e a impressão que fica é a de que ele tem certeza que se não fizesse nada no palco, só ficasse ali parado, os fãs continuariam gritando, cantando e o adorando.

Justin cresceu e tem enorme dificuldade em mostrar isso ao mundo. As manchetes dele sendo um menino mimado, que acha que pode ser carregado pelos seguranças na Muralha da China, que gasta US$ 7 mil com strippers, aparece fumando maconha, agride paparazzi, faz xixi num balde de limpeza e grava e cospe em fãs tornam ainda mais difícil fazer com que as pessoas prestem atenção na mudança. Seu último álbum, “Believe”, já tem músicas mais adultas, como a boa “Beauty and a beat”, que tem participação de Nicki Minaj. Mas não foi suficiente para atrair um público diferente para Bieber.

As fãs que o acompanham desde sempre ainda não são tão crescidas e acham lindo tudo que ele faz. No show fica claro que elas ainda nem percebem que há uma certa sexualização de algumas músicas e nos gestos do cantor. Justin não precisa se esforçar para quase nada relacionado a sua carreira por causa de seu público fiel: lança uma música, os fãs ajudam a divulgar; faz uma besteira; eles inventam a desculpa…

E curiosamente parece que é justamente esse público que não agrada mais Bieber. No palco, ele chega a parecer entediado: se respondem às suas perguntas com gritinhos, ele desiste de perguntar, fingir que estar cantando no playback também já não é muito importante, dar sinal de que percebeu as surpresas que as fãs fizeram ao longo das músicas nem pensar. Talvez por isso quando um objeto voou em sua direção em SP, ele tenha se irritado de vez. Tive a impressão de que ele pensou: “Já não estava afim mesmo, agora vou embora”.  Era a desculpa de que ele precisava.

Para quem quer tão desesperadamente mostrar que cresceu e virou homem não ajuda ter um público quase que infantil sempre associado, mas este público rende muito: o show está cheio de crianças e seus pais que pagam ingressos, bancam Meet and Greet, área VIP, camisa, CD…

Justin tem lançado novas músicas com uma pegada mais R&B, que provavelmente não estarão em CD tão cedo, mas pouco se falou das músicas, que até mostram um crescimento do cantor e dão indicações do caminho que ele quer seguir (Escute a boa “Recovery” abaixo). Dificilmente o novo disco vai trazer a transformação que Bieber quer. Se quiser de fato se mostrar como um novo artista, ele deveria seguir os passos da amiga Miley (de quem vamos falar em um post futuro) e tirar um ano sabático pelo menos.

Bieber  não é pura sorte e nada de talento. Ele sabe cantar e é bom músico, mas como muitos outros que começaram cedo se perdeu no meio caminho. É até compreensível: muito dinheiro, muito sucesso, muita oferta de tudo muito cedo na vida.

O problema no caso de Bieber e de outros ídolos teens é que com o passar dos anos eles tendem a perder seu público e cair no esquecimento se não conseguirem mudar de rumo. É possível se reinventar, muitos já fizeram, mas para isso  Justin Bieber precisa recomeçar.

Vai, Justin! Se livra do Scooter Braun, esquece esses rappers sanguessugas que te cercam e vai se descobrir, vai crescer longe dos holofotes um pouco e volta com a carreira mais bem pensada. Pode até deixar o grande público te esquecer por uns instantes. Não vai fazer mal.

Anúncios

Sobre Tati Regadas

Jornalista, viciada em séries e cultura pop.

Publicado em 05/11/2013, em música, show e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: