A Alice de Tim Burton

Com a proximidade de março, os fãs de Tim Burton não estão mais se aguentando de ansiedade para ver “Alice no País das Maravilhas”. No Brasil, a estreia está prevista para o dia 2 de abril então nos resta esperar um pouco mais e especular sobre qual será o resultado do filme.

Confesso que a história de Alice nunca foi minha preferida. Dentre os desenhos maravilhosos do mundo Disney que marcaram presença na minha infância, este não era um deles. Eu preferia “Rei Leão”, “Ariel” e “Aladdin”. Mas desde que descobri que Alice iria ganhar uma nova versão e pelas mãos de Tim Burton me empolguei.

Para começar é Tim Burton, responsável por alguns filmes que eu adoro como “Batman”, “Batman Returns” e “A fantástica fábrica de chocolates”. Segundo ponto a favor: Johnny Deep (a-mo). O resto da espectativa foi construída ao longo do tempo: fotos de divulgação maravilhosas, pôsteres lindos e trailer maravilhoso (para quem viu “Avatar” em 3D rola o trailer de “Alice” em 3D também).

O longa não é um remake da história de Lewis Carrol. No filme de Tim Burton, Alice já tem 17 anos e em uma festa da alta sociedade é pedida em casamento. Apavorada com a ideia de se casar com um riquinho de nariz em pé, ela foge seguindo um coelho branco para dentro de um buraco. Mais uma vez ela acaba no País das Maravilhas, lugar que tinha visitado dez anos antes, mas não se lembra. Em entrevista na Comic Con, Burton contou que quis fugir da história de Alice vagueando com personagens estranhos: “Outros filmes de ‘Alice’ sempre eram apenas uma garota vagueando passivamente com um monte de personagens estranhos. Tentamos tramar uma história que tenha emoção e faça sentido”.

Johnny Deep vive o Chapeleiro Maluco e Helena Boham Carter (para quem não sabe, mulher de Tim Burton) a Rainha Vermelha. No papel principal, está a iniciante atriz australiana Mia Wasikowska (ela viveu Sophie em 9 episódios de “In Treatment”). O filme conta ainda com Anne Hathaway no papel da Rainha Branca. Avril Lavigne (sim, ela vive) canta a música “Alice Underground” da trilha sonora do filme, mas a música ainda não foi divulgada.

Agora, é esperar para ver se a “Alice” de Tim Burton corresponderá às nossas espectativas. Cruzem os dedos!


.

Anúncios

Sobre Tati Regadas

Jornalista, viciada em séries e cultura pop.

Publicado em 23/01/2010, em alice no país das maravilhas, cinema, tim burton. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: