Gossip Girl (quase) volta ao seu normal

Parece que a paciência com os primeiros episódios de Gossip Girl valeu a pena. Os últimos dois que assisti, o quinto e o sexto, (em especial o quinto) mostram que a série ainda tem fôlego e não perdeu seu rumo, apenas está passando por mudanças.

O quinto, chamado de “Rufus getting married”, foi (na minha opinião) o melhor até agora. Lembrou os episódios da segunda temporada. A confusão de Lily e Rufus antes de finalmente se casarem foi ótima, mostrou que não tem como um casal tão diferente simplesmente virar o casal mais normal do planeta da noite para o dia. Bree enfim mostrou ao que veio: para manipular o Nate e apimentou o episódio. Quem sabe com esse sacode o querido aparece mais e dá uma melhorada. Ele podia enlouquecer e querer vingança…sei lá, fazer uns joguinhos para maltratar a Bree. Ia ser ótimo, ele anda tão apagado.

E a louca da Georgina aprontando de novo? Ótimo. A menina é doida mesmo e não está para brincadeira (para nossa alegria). Foi muito divertido ver ela perder a cabeça quando descobre a mentira de Dan. Melhor do que isso foi o resultado da revelação de que Scott é o filho de Lily e Rufus. Amei o fato de que os roteiristas não transformaram o menino em um Ryan Laferty (Brothers and Sisters) da vida. Nada disso! O segredo acabou e ele voltou para família dele lá em Boston. Viva!

Vamos ao sexto episódio: não foi tão bom quanto o anterior, nem de longe, mas ainda assim achei melhor do que os três primeiros. A história de Nate e Serena ainda não engatou, mas pode ficar realmente boa com os dois se apunhalando por quererem coisas diferentes. Afinal, eles ficaram perfeitinhos demais ao longo das temporadas, não eram eles que se pegaram e esqueceram dos sentimentos de Blair?

Quanto a Vanessa não adianta: eu não gosto dela (#prontofalei). Ela está sempre com aquela cara de pobre menina do Brooklyn que não sabe as regras do High Society, tenta ser Blair e não consegue e daí volta a ser Vanessa…aff. Não aguento. Quanto a personagem de Hillary Duff até agora não entendi por que ela é famosa, poderia facilmente ser uma estudante comum que namora o Dan. E a Jenny? Alguém se lembra dela? Porque começo a achar que os roteiristas a esqueceram.

Anúncios

Sobre Tati Regadas

Jornalista, viciada em séries e cultura pop.

Publicado em 28/10/2009, em Gossip Girl, séries, televisão. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: